Propostas Submetidas MDM 2014/2015

DEI - FCTUC
Gerado a 2018-02-25 04:02:18 (Europe/Lisbon).
Voltar

Titulo Estágio

HappyHour: uma aplicação móvel de apoio à diversão – Design para Behavior Change Intervention

Local do Estágio

DEI-FCTUC

Enquadramento

Os smartphones têm sido alvo de uma enorme evolução tecnológica. O seu elevado número de sensores e a sua facilidade de utilização tornam estes dispositivos muito apelativos para intervenções Behavior Change Interventions (BCI) que procurem melhorar o estilo de vida e o estado das pessoas. Este tipo de intervenções procura corrigir comportamentos prejudiciais de indivíduos em termos de, por exemplo, alimentação, uso de tabaco ou sedentarismo, que são usualmente causadores de stress, problemas físicos e psíquicos.
Por outro lado, os sensores permitem determinar o contexto do utilizador com grande eficácia, detectando locais, comportamentos e emoções.
A utilização de smartphones em sistemas Cíber-Físicos, para monitorização e controlo de ambientes e partilha de informação entre utilizadores é comum. Aplicações como o Facebook e o Foursquare são úteis, pois permitem a partilha de localização entre membros, a realização de “check-ins”, comunicação com amigos, partilha de experiências, mas também, obtenção de informação sobre os espaços que os rodeiam. No entanto, estas aplicações ainda são “estáticas”; isto é, apresentam o mundo ao utilizador com base em “feedback” colaborativo, mas nada dizem sobre o mundo no seu momento actual. Por outro lado, não se preocupam com o seu utilizador, nomeadamente com as suas preferências.
Este projecto foca-se na continuação do desenvolvimento de uma aplicação que considera o estado emocional e contextual do ser humano por forma a contribuir para melhorar do seu bem-estar. O sistema HappyHour é uma aplicação que periodicamente detecta estados emocionais negativos, sugerindo passeios e mostrando informação sobre possíveis pontos de interesse nas imediações, por forma a contribuir para o bem-estar dos seus utilizadores. A aplicação recolhe informação do ruído ambiente através do microfone, agitação através do acelerómetro, posição através de GPS, ritmo-cardíaco através de uma smartshirt e a situação meteorológica através de uma API web. Posteriormente uma rede neuronal processa esta informação para detectar o estado emocional do utilizador e sugerir acções específicas.
A informação de todos os utilizadores do sistema é agregada de forma anónima num servidor central, servindo para oferecer a cada utilizador individual informação em tempo real sobre locais de interesse nas suas imediações, a afluência de público, média de agitação, música ambiente e eventos culturais. Todas estas informações são apresentadas sobre a forma de um mapa.
A informação disponibilizada possibilitará ao utilizador escolher o local de acordo com a sua disposição e evitar escolhas que não se coadunem com os seus gostos ou não se adeqúem ao momento.
A aplicação permite também ao utilizador receber notificações agendadas por administradores dos pontos de interesse sobre promoções ou eventos que estão a ocorrer à sua volta, permitindo assim uma escolha mais informada dos melhores locais que poderá visitar. O modelo de negócio do HappyHour passa por ir mais longe, uma vez que estas aplicações cruzam dados entre comunidades das redes sociais reunindo numa base de dados centralizada a geo-localização de utilizadores que instalem a aplicação HappyHour nos seus dispositivos móveis. Esta base de dados irá permitir cruzar a informação geo-espacial com os gostos partilhados por estes utilizadores, reconhecendo potenciais clientes nas imediações aos quais os estabelecimentos comerciais poderão divulgar campanhas promocionais e eventos através de notificações em tempo real.

Objetivo

O objectivo deste projecto é a melhoria da aplicação HappyHour em termos de design e interacção. Sendo uma aplicação que lida directamente com estados emocionais do utilizador, o seu design deverá ser cuidado e inovador por forma a ter um impacto positivo e motivador no comportamento humano. Cabe assim ao aluno avaliar o actual protótipo, estudar o estado-da-arte deste tipo de aplicações, enumerar aplicações com algum tipo de semelhança ao serviço HappyHour, e propor novas intervenções por forma a maximizar o efeito sugestivo da aplicação.
O aluno ficará também responsável por trabalhar directamente não só na aplicação Android, mas também na aplicação Web de gestão de pontos de interesse, onde os administradores de cada local controlam os eventos e as notificações a serem entregues aos utilizadores. Esta plataforma pretende assim disponibilizar aos estabelecimentos um modelo de negócio inovador e inexistente no mercado, permitindo divulgar as suas promoções e actividades em tempo real. Estas informações são enviadas de uma forma simples e direccionada através de “push-notifications” a todos os potenciais clientes que se encontrem nas imediações do local. Esta abordagem permite aos estabelecimentos comerciais implementar políticas de marketing com o convite à participação activa dos utilizadores nas actividades do local, e que pode ser incentivada com prémios, brindes ou descontos.

Plano de Trabalhos - Semestre 1

1) Estudo do protótipo actualmente existente e das tecnologias de suporte ao desenvolvimento do projecto.
Data de início: Setembro 2014
Duração estimada: 2 meses

2) Estudo do estado-da-arte de aplicações de Behavior Change Intervention.
Data de início: Novembro 2014
Duração estimada: 1 mês

Plano de Trabalhos - Semestre 2

3) Melhoria da actual interface da aplicação Android, com especial cuidado às notificações sugestivas.
Data de início: Dezembro 2014
Duração estimada: 3 meses

4) Melhoria da actual interface da aplicação de gestão Web, com especial atenção à usabilidade.
Data de início: Março 2015
Duração estimada: 2 meses

5) Testes e escrita da Tese
Data de início: Maio 2015

Condições

Duração estimada: 2 meses


Nota: Estágio não-remunerado

Observações

Nota: Estágio não-remunerado

Orientador

Jorge Sá Silva
sasilva@dei.uc.pt 📩